terça-feira, 3 de abril de 2007



*Poesias*


"Não sou como a abelha saqueadora que vai sugar o mel de uma flor, e depois de outra flor. Sou como o negro escaravelho que se enclausura no seio de uma única rosa e vive nela até que ela feche as pétalas sobre ele; e abafado neste aperto supremo, morre entre os braços da flor que elegeu. (Roger Martin du Gard)"

"Minha convicção é cada vez mais inabalável; ousarei investigar numa base racional aquilo que, era tido como misterioso, e farei cristalizar-se o que ela dispunha segundo suas leis. (...) No começo um grande projeto parece loucura, mas de agora em diante zombarei do acaso; o cérebro destinado a pensar superiormente, de agora em diante é o pensador que há de criá-lo."

Johann Wolfgang von Goethe
(1749-1832)

Nenhum comentário: