segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Pra recompôr meu mundo bem devagar...



Essa mocinha ai da foto ao lado sou eu. Pequena, bravinha e lutando "pelos seus direitos". (risos)
Desde cedo com atitude revolucionária, mas aos poucos fui cansando. O cansaço chega e a gente fica assim, quase sem vontade de lutar, mas mesmo assim luta, porque está no sangue.
Mas agora tenho tido mais paciência, principlamente comigo mesma. Porque percebi que da vida só levaremos nosso espírito mesmo não é? Então que ele chegue da melhor maneira possível...
E o que conquistarmos por aqui no plano terreno, só será conquista se nos fizer feliz de verdade. E isso não é mérito de padrões estabelecidos e menos ainda de comparações com terceiros...
Até a felicidade é um pouco individual se pararmos pra pensar...
Quando nascemos, quando partimos, somos nós e Deus.
Enquanto vivermos, façamos o bem sem olhar a quem, mas cuidemos bem de nós também. E agora paro essa minha escrita por aqui porque o dever me chama. Obrigada pela visita...
Volte sempre!!!
Beijocas estaladas!

Danny Doo®

4 comentários:

Anônimo disse...

oi danisinha, legal seu post

beijos do Ma!

Desnuda disse...

Enquanto roda a entrevista, vou dando uma zoiada legal no teu blog. Vixi! perdi muitos posts!


Achei o teu texto ótimo, Dani. Uma reflexão acertada.


Confesso que as vezes numa crise existencial, digo: hoje temos que olhar a quem! Nestas horas que você só faz o bem e se dana. Mas passa. Só sei mesmo fazer o bem...Mal não é comigo,definitivamente!


beijoooooooo

Danny Doo® disse...

É verdade querida San...

O lado bom tem que vencer sempre!!!

Beijão e obrigada pela visita!!!

Balinha* disse...

Lutar sempre.
Viver ainda mais!
Obrigada pela visita!