quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

O maior empreendedor da história: Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam

... MAS A TODOS QUANTO O RECEBERAM, DEU-LHES O PODER (...)

QUE PODER?


















"Provavelmente nenhum dos escolhidos para sua "equipe" passaria no teste de psicologia para trabalhar em uma empresa. Eram tensos, irritados, impulsivos, inseguros, exclusivistas, egoístas, individualistas. Somente Judas era aparentemente o "mais moderado".

Mas Jesus era um escultor da personalidade humana, um grande gestor de pessoas e um grande sonhador! Sabia como transformar seus sonhos em realidade.

Os seus discípulos causaram-lhe problemas, decepções e constrangimentos. Mas ELE não estava preocupado com resultados imediatos. Figuradamente falando, não usou a madeira para se aquecer, pois sabia que um dia ela se esgotaria e o frio retornaria. Usou as sementes.

Plantou as sementes da tolerância, do perdão, da serenidade e do amor no coração psíquico desses jovens. E quando ele partiu, parecia que seu sonho acabara. Mas as sementes germinaram no coração deles, cresceram no calor das dificuldades, foram irrigadas com lágrimas e, por fim, eles foram transformados na mais fina casta de pensadores.

Só o maior empreendedor de todos os tempos poderia dividir a história em antes e depois dele. (...) Conquistou a humanidade sem derramar uma única gota de sangue *(ao contrário o seu sangue é que foi derramado), discursando sobre o amor e discorrendo sobre a mansidão.

extraído de: 12 semanas para mudar um vida - Augusto Cury
* nota da blogueira que vos escreve


... MAS À TODOS QUANTO O RECEBERAM, DEU-LHES O PODER DE SEREM CHAMADOS FILHOS DE DEUS, A SABER, OS QUE CRÊEM NO SEU NOME! (Evangelho de João)

Um comentário:

val du disse...

Jesus é maravilhoso.

Beijos.