sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Dos cegos do castelo me despeço e vou... Deus esteja sempre comigo!















Diferenças de tratamento, protecionismo para uns, exigências prematuras e excessivas em outros. E os “mais protegidos” se intitulando os saudáveis de plantão, e com a altivez de uma gazela saltitante, que quase não foi exigida, acha graça ao ver o cansaço de outros.

Acho que minhas feridas ainda não cicatrizaram completamente. Nada a ver com o passado, mas com o presente recente que quase não mudara...

Mas agradeço à Deus por me fazer enxergar: nem sempre quem está no comando é justo, sensato e isento. Óbvio que meu temperamento forte contribuiu para a fúria, de quem achava um ultraje eu não concordar, com posturas incompatíveis à exigência que se fazia...

A auto-estima chegou a beira do abismo (rsss), mas o pulso ainda pulsa! (risos)

Brincadeiras à parte, agradeço a cada aprendizado e peço desculpas aos que cresceram nesse conflito, sem entender direito como tudo começou (ainda que crescendo com mimos, imagino ser difícil perceber que nem sempre o que se vê é o real). Nádegas mais à declarar...

Somente um texto desabafo. Se chegaste até aqui por vontade própria, apenas respire não tente entender... Nem criticar...

Saludos!



Disse JESUS: "Eis que estarei convosco TODOS os dias, até a consumação do século" Amém! Valeu galera, ficarei um tempo sem net. Obrigada pelas visitas!!!


3 comentários:

Anônimo disse...

sei como é isso

já passei na minha famlia também, fazer o q né.

coisas da vida, boa jornada pra vc!

Du

@philipsouza disse...

ei tbm como é isso....
mas sempre superamos ne acima de frandes vitorias vc vai superar rapido...

bjos

Carmela Alves disse...

Danny Doo!
Também já passei por isso.
Com o tempo a gente aprende a não ligar p/ monte de coisas.
A felicidade só depende da gente mesmo.

Bjos